Governo iraniano admite abate de avião ucraniano acidentalmente; presidente diz ‘Erro imperdoável’

O governo iraniano admitiu na madrugada deste sábado (11) a responsabilidade por derrubar o avião da Ukraine International Airlines (UIA) na última quarta-feira, nas proximidades de Teerã.

Em nota divulgada pela agência de notícias Isna, as Forças Armadas afirmam que a aeronave foi abatida pelo sistema de defesa. “O avião foi acidentalmente atingido por um erro humano, que infelizmente resultou no martírio de queridos compatriotas e na morte de vários estrangeiros”, lê-se no texto. Todos os 176 passageiros morreram.

As autoridades expressam suas condolências “às famílias enlutadas de estrangeiros e, se desculpando pelo erro humano, dá total garantia de que a busca de reformas fundamentais nos processos operacionais das Forças Armadas” continuará.

O comunicado diz que o sistema de defesa operava no mais alto nível. “Nessas condições críticas, o voo partiu do Aeroporto Imam Khomeini e, em rotação, se aproximou de um centro militar sensível do IRGC, com a altura e a forma de uma aeronave hostil”, explica o governo, que anteriormente havia negado que o Boeing fora derrubado por mísseis do país.

Horas antes, o Exército dos Guardiões da Revolução Islâmica (ICGR) havia realizado ataques a duas bases no Iraque que abrigavam soldados norte-americanos – e que as ameaças potenciais estavam no mais alto nível de prontidão.

“Depois dos ataques com mísseis, os aviões de guerra das forças terroristas dos Estados Unidos em todo o país aumentaram, e alguns relatos de ataques aéreos contra centros estratégicos no país foram reportados a várias unidades de defesa e alvos em algumas placas de radar. Isso causou mais sensibilidade nas unidades de defesa aérea”, diz a nota.

Presidente iraniano fala em erro imperdoável

Pelo Twitter, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, escreveu que “a República Islâmica do Irã lamenta profundamente esse erro desastroso” e que seus “pensamentos e orações vão para todas as famílias de luto. Ofereço minhas mais sinceras condolências.

“A investigação interna das Forças Armadas concluiu que, infelizmente, mísseis disparados devido a erro humano causaram o terrível acidente do avião ucraniano e a morte de 176 pessoas inocentes. As investigações continuam para identificar e processar essa grande tragédia e erro imperdoável “, disse.

 

https://platform.twitter.com/widgets.js

Caixa-preta

Na sexta-feira (10), o Irã havia apresentado a caixa-preta da aeronave e prometeu anunciar a causa da queda do Boeing neste sábado. Em uma entrevista coletiva em Teerã, o presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO), Ali Abedzadeh, tinha negado que o avião foi derrubado.

“Uma coisa é certa, este avião não foi atingido por um míssil”, disse. Entretanto, Abedzadeh afirmou que as informações das caixas-pretas eram cruciais para a investigação. “Qualquer declaração antes da extração dos dados é uma opinião de especialistas”.

Autoridades dos Estados Unidos entregaram ao presidente ucraniano Volodimir Zelenski “dados importantes sobre a catástrofe”, segundo anunciou Kiev.

“Junto com o presidente Zelenski nos reunimos com autoridades americanas e recebemos informações que serão tratadas por nossos especialistas”, disse no Twitter o ministro ucraniano das Relações Exteriores, Vadym Prystaiko.

Cerca de 50 especialistas ucranianos chegaram a Teerã na quinta-feira para participar da investigação e da análise das caixas-pretas. Uma equipe canadense de dez pessoas está “a caminho” para tratar de questões relacionadas às vítimas.

A agência canadense de segurança nos transportes aceitou um convite da autoridade de aviação civil iraniana para participar da investigação. Apenas alguns países do mundo, incluindo Estados Unidos, Alemanha e França, têm a capacidade de analisar caixas-pretas.

Agência de Aviação Civil do Irã apresentou imagem de caixa-preta do avião nesta sexta-feira (10) — Foto: Iran Press / AFP
  • Com agências internacionais

O post Governo iraniano admite abate de avião ucraniano acidentalmente; presidente diz ‘Erro imperdoável’ apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.